Ev08-Primeiros Discípulos PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

 

     

 

 

Introdução: -Luiz Claudio Barsoteli

Narração: -Samuel Chaves

Música Incidental: Jesus , Joy of Man's Desire(Kitaro)

 

 

O EVANGELHO DE JESUS : OS PRIMEIROS DISCÍPULOS

(baseado no Evangelho de Lucas 3:23 ; João1:35-51 e Marcos 1:14-20)

Quando Jesus começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos. Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galiléia pregando o evangelho de Deus e dizendo: “O tempo chegou, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho.”

 

No dia seguinte João estava outra vez ali, com dois dos seus discípulos e, olhando para Jesus, que passava, disse: Eis o Cordeiro de Deus! Aqueles dois discípulos ouviram-no dizer isto, e seguiram a Jesus. Voltando-se Jesus e vendo que o seguiam, perguntou-lhes: Que buscais? Disseram-lhe eles: rabi (que, traduzido, quer dizer Mestre),.. onde moras? Respondeu-lhes: Vinde, e vereis. Foram, pois, e viram onde pousava; e passaram o dia com ele; era cerca da hora décima.


André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram João falar, e que seguiram a Jesus.Ele achou primeiro a seu irmão Simão, e disse-lhe: Havemos achado o Messias (que, traduzido para o grego, quer dizer Cristo).E, andando Jesus, junto do Mar da Galiléia, viu a Simão, e a André, irmão de Simão, os quais lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores.Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu farei que vos torneis pescadores de homens. Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram. Jesus, fixando nele o olhar, disse: Tu és Simão, filho de João, tu serás chamado Cefas {que quer dizer Pedro}.


E ele, passando um pouco adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco, consertando as redes ,e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.

 

No dia seguinte Jesus resolveu partir para a Galiléia, e achando a Felipe disse-lhe: Segue-me.Ora, Felipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro. Felipe achou a Natanael, e disse-lhe: Acabamos de achar aquele de quem escreveram Moisés na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José. Perguntou-lhe Natanael: Pode haver coisa bem vinda de Nazaré? Disse-lhe Felipe: Vem e vê.


Jesus , vendo Natanael aproximar-se dele , disse a seu respeito : Eis um verdadeiro israelita ,em quem não há dolo ! Perguntou-lhe Natanael: Donde me conheces? Respondeu-lhe Jesus : Antes que Felipe te chamasse , eu te vi , quando estavas debaixo da figueira . Respondeu-lhe Natanael: Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és rei de Israel. Ao que lhe disse Jesus : Porque te disse : Vi-te debaixo da figueira , crês ? Pois coisas maiores do que estas verás . E acrescentou : Em verdade , em verdade vos digo que vereis o céu aberto , e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem.
 


COMENTÁRIOS : Os evangelhos são cada um deles forças espirituais da elevação da alma humana, registrado por homens e mulheres de elevada capacidade intelectual e aspiração de elevação. Estes homens e mulheres ao escrever seus relatos , asseguravam aos seus leitores que parte do que tinham a dizer estava claro e explícito, diante dos olhos, bastando para isso o mínimo de uma alfabetização funcional , isto é , o mínimo para saber ler e compreender o que está se lendo. Contudo , outra tarefa seria pegar o mesmo texto e extrair das entrelinhas, para discípulos mais preparados , o suprassumo do ensinamento do amado Mestre Jesus , mostrando e demonstrando ,para almas preparadas , a praticidade do texto ,a simplicidade da sabedoria , a singeleza do discernimento e a sutileza da transcendência. O reino dos Céus é para todos...porém nem todos estão preparados para o reino dos céus , e até que demonstrem , através de atitudes conscientes e maduras que estão prontos , representam um perigo para a coletividade , mais do que uma ajuda renovadora.

 

Os judeus do início da era comum esperavam por um messias enviado por Deus para levar o povo de volta ao pacto áureo ,onde o único Deus e o seu povo escolhido caminhariam lado a lado...mas esta época há muito acabou e a nação israelita se entregou à idolatria de si mesma.

 

As profecias anunciavam que viria um ungido salvador, um Messias em nome do Senhor Deus...não o próprio Deus a encarnar-se e sangrar numa cruz reservada a malfeitores, como holocausto pelos pecados humanos e com isso redimir toda a humanidade....Para os primeiros cristãos , o amado Mestre Jesus é o embaixador de Deus na Terra, seu representante, seu filho adotado no batismo-unção porque tornou-se digno (quem mais o poderia ser em nossos dias?)

 

Por isso , o amado Mestre Jesus, homem de carne e osso que se fez digno de ser o primogênito , o primeiro de uma série de Filhos de Deus , após sua unção sacerdotal pelo profeta João Batista, inicia sua missão terrena anunciando o mesmo bordão que seu antigo mestre e primo: “O Reino de Deus Chegou...transformai-vos (metanoya)” . Este reino não é humano , não pertence a um monarquista, nem a um tirano déspota ou caricatura de rei...Este reino anunciado é o de Deus , onde a Verdade e a Justiça , de mãos dadas, porão equilíbrio na balança , e a legitimidade das atitudes será inquestionável. Este trono não reside em uma cidade santa, numa montanha, num deserto , numa gruta ou numa colina...mas dentro do coração de cada homem e de cada mulher ,que se utilizando do livre-arbítrio decide agir pró ou contra as inabaláveis leis de Deus. Já não há dúvidas e que ninguém finja não saber...Deus está isento disto , mas das Leis de Deus não se zomba...tudo aquilo que o homem plantar, certamente haverá de colher!

 

Contudo , o coração dos homens o que tem de infantil , tem de perigoso. Assim como Herodes ,um rei temporal, temeu o reino espiritual , também outros homens imaturos poderiam ter medo ou ciúmes do reino espiritual do Deus único dos hebreus. Para estas crianças de armas na mão ,Jesus trazia consigo o perigo de um golpe ou da inflamação de um novo ânimo revolucionário ...para quem desconhece o amor, carinho é agressão...

 

Muitos querem libertação...para poder se locupletar e abusar de suas capacidades! Alguns anseiam por revoluções...que sejam imposta aos outros mas não a si mesmos! Outros sonham com reformas...com as quais possam tirar proveito. Muito poucos sonham com a Justiça Social e a Paz fraternal reerguendo homens e mulheres , construindo pontes ...onde antes havia muros.

 

Mestre João Batista, ao ver seu primo e escolhido por Deus para ser o verdadeiro instrumento de paz no mundo , e não apenas mais um ensaio como tantos outros antes dele ,sem nenhuma mancha de ciúme e com alegria no olhar , aponta os seus discípulos...”eis aí aquele que doravante deverá ser vosso mestre”. E estes , confiantes em João e atraídos pelo magnetismo de Jesus, seguem sem questionar...até mesmo porque o selo de qualidade de João não precisava de provas. João via assim cumprir-se as promessas de parceria com o Messias...Aquele que o enviou a batizar com água, certamente o avisou que prepararia o caminho do Messias...A hora do messias chegou...agora era necessário que ele crescesse e João diminuísse... e Herodes Antipas , com medo na alma, certamente iria dar uma ajudazinha neste processo, mandando prender João.

 

Os discípulos seguem os passos de Jesus, que vai em frente , sem reduzir sua passada. O tempo é curto e há muito o que fazer...Jesus não espera pela decisão dos homens , que são temerosos, tíbios e irresolutos. Ele vai em frente na direção da claridade. Mas aqueles dois discípulos, entusiasmados, isto é com a alma viva , se apressam e o alcançam. O Mestre , encarando-os ,pois sabia que eles o seguiam questiona: “ Que buscais?” ...Os discípulos alegremente permanecem silenciosos...seu silêncio exulta por eles.

 

Mas nós...o que buscamos no Cristo? Um quebra galhos? Um porto seguro? Uma fonte de motivação para os tempos difíceis? Um remédio para as nossas chagas? Uma esperança para a desesperança? Ou um caminho para a verdade que conduz à Vida Plena ( este caminho é de luta, não de descanso...é de espada erguida contra o próprio ego, não de paz de rede na sombra...quase sempre exige renunciar a si e carregar certas cruzes de deveres e obrigações).

 

Já refeitos da correria perguntam ao novo amigo e Rabi ( isto é , mestre): “Onde moras”. O amado mestre Jesus, que nesta nova fase da vida renunciou ao seu ofício de “artesão-teukton” para se dedicar à semeadura do Reino dos Céus nos humanos corações, que tinha deixado a casa de sua mãe Maria, entregando-a aos cuidados de seu irmão mais velho ,Tiago ( futuro chefe da comunidade cristã após a sua crucificação )...agora só teria como resposta “vinde e vede”. Aquele que decidisse por segui-lo , descobriria que seu “Mestre” não tinha nem sequer um lugar para reclinar sua cabeça...que se hospedava pela gentileza, benevolência e carência espiritual de seus seguidores , que se deleitavam com suas conversas no cair da tarde e início de noite ,sobre as maravilhas das boas novas do evangelho...que se alimentavam das graças que saia da boca e do coração do poeta galileu.Com este vinde e vede, o amado mestre Jesus aceitava seus primeiros discípulos.

 

Era mais ou menos a décima hora , ou 16h ou ainda as 4 da tarde...era uma boa hora para sentar-se ao redor de uma mesa com um pedaço de pão de trigo e falar da profundeza das coisas simples da vida...Aquela noite deve ter sido inesquecível para aqueles que se banquetearam com o pão espiritual compartilhado por Jesus...

 

E nós...temos sabido compartilhar o pão espiritual com aqueles que têm fome e sede da vida maior , ou nos acovardamos guardando as migalhas e deixando o pão da vida mofar em nossas mentes , sem utilizá-las para alimentar a outros? Nossa mentalidade é de cuidar do outro ou é de deixar que aqueles que tiverem interesse é que corram atrás? A nossa mentalidade é de buscar que o céus nos inspirem ou deixamos que um dia as coisas aconteçam? Somos bençãos nas vidas alheias, como Jesus é na nossa ou cruzamos os braços e vemos “as coisas acontecerem para ver como as coisas ficam”? De cada atitude, haveremos de prestar contas , pois na nova ordem mundial , na constituição do Reino dos Céus não há lugar para egoísmo , individualismos...o pensamento deve ser inclusivista , coletivista. “Um por todos e todos por um”, como diriam os mosqueteiros...

 

André ,irmão de Pewdro, comunica-lhe a boa nova: “ Encontramos o Messias” .Pouco tempo depois , o pescador Pedro encontrava-o também , mas perderia a se mesmo, tornando-se agora uma nova criatura interiormente...Cefas. Pedro e Cefas têm algo em comum , têm a robustez , teimosia e mudança de uma pedra. O mais humano dos apóstolos iria variar de um celeste “ Deus te revelou” a um abismal “ Vade retro Satanás”. Humano, instável...mas persistente, Pedro ,agora Cefas , triunfaria no final, vencendo sua humana natureza.

 

Alguns se surpreendem e são convencidos por místicos poderes e ações misteriosas. Natanael parece ser este tipo de gente. Sua boa índole, seu caráter nobre contrastam com sua ingenuidade de se maravilhar com o sobrenatural. O sobrenatural só parece ser miraculoso para quem não compreende seus princípios. Para o mestre Jesus , só existe o natural , pois tudo ele conhece e sabe manipular de olhos fechados os quatro elementos. Sua maestria não foi improvisada.

 

Mas o amado Mestre Jesus comunica a seus novos discípulos que doravante , todos veriam os céus abertos , isto é sem segredos , sem mistérios aparentes , e “os anjos de Deus subindo e descendo sobre ele Jesus, o filho do Homem”....ou seja, o trabalho é de equipe , as legiões de espíritos angelicais , servos de Deus , sob comando do Cristo Jesus fariam a propaganda do Reino que chegou...quem tiver olhos de ver e ouvidos de ouvir, se converterá, mesmo que não veja ou ouça, porque pode sentir. Contudo , os insensíveis e mumificados na materialidade, estes terão que esperar o tempo certo pelo despertar, nem sempre agradável.

 

Novamente, o evangelista destaca que os anjos são servos de Deus , em serviço sob a batuta do Cristo, também chamado de Filho do Homem, pois homem não dá luz, significando que o “Filho do Homem” não necessita mais de reencarnações ,ao contrário dos “nascidos de mulher” (que dá a luz, significando a necessidade de renascimento físico). Para ficar mais claro, “dos nascidos de mulher, não há ninguém maior que João Batista “( Mateus 11:11).

 

O amado mestre Jesus continua sua jornada e ao longo do caminho vai se encontrando com gente de todo tipo...opositores, curiosos, simpatizantes, seguidores, discípulos. Qual é o seu papel nos dias de hoje? O que nos impede de transformar nosso “coração de pedra” num coração sereno e instrumento de Deus? Descubra antes que a cegueira ou a surdez impeça a sua felicidade de vez.

 

 

 

 

 
Joomla SEO by AceSEF